Médico prescritor da Cannabis Medicinal

Acupuntura Médica

Figura 1:Representação esquemática de localização dos principais receptores do sistema endocanabinoide no corpo humano.

Cannabis Medicinal

Assim como outros sistemas celulares presentes no corpo humano, o sistema endocanabinóide é um sistema completo, com células (receptores) próprias e organização de produção e degradação destas substâncias.

Os principais receptores deste sistema são chamados de CB1 e CB2, e são responsáveis por se ligarem aos fitocanabinóides - substâncias presentes na planta Cannabis - e produzirem assim, outras substâncias em nosso corpo, como a Anandamida, que auxilia no tratamento de problemas ligados ao humor, como a depressão.

É comum que o termo “Efeito Entourage” esteja relacionado às pesquisas sobre o efeito dos canabinoides. Ele se refere à interação de diversas substâncias (fitocanabinoides, terpenos e flavonoides) que são extraídas da planta de cannabis e juntas agem para potencializar a atividade terapêutica.

Na administração do óleo, o efeito terapêutico observado clinicamente é resultado desta combinação da ação das centenas de moléculas com concentrações e características químicas diferentes.

Além de ser muito conhecido popularmente, o THC é também a molécula mais estudada nos extratos de Cannabis Sativa. Sua afinidade aos receptores CB1 e CB2 do Sistema Endocanabinoide confere a ele potencial analgésico, antiemético, e estimulante de apetite.

Ainda, o THC é o fitocanabinoide responsável pelos efeitos psicoativos da cannabis, no entanto, em menores quantidades, e quando consumido com CBD, o risco desse efeito é minimizado. A ação medicinal conjunta entre THC e CBD se dá devido ao Efeito Entourage, o qual combina substâncias no corpo para uma ação de cura mais completa e eficiente.

Solicite uma consulta com médico prescritor da Cannabis Medicinal

Principais componentes do sistema endocanabinoide

Os principais receptores do sistema endocanabinoide são o CB1 e o CB2. Há um terceiro alvo dos endocanabinoides que é um receptor vaniloide (TRPV1)2, que por sua importância neste sistema e nos mecanismos de ação do canabidiol, é chamado por alguns cientistas de CB3 (Figura 1).

A eles se ligam principalmente a anandamida (AEA) e o 2−araquidonoilglicerol (2AG) produzidos pelas NAPE−PLD e DAGL, e degradados pelas FAAH e MAGL3−6.

Indicações no uso da cannabis sativa, veja a lista

    Acne

    Alzheimer

    Ansiedade

    Autismo

    Dependência química

    Distúrbio do sono

    Doenças de pele (dermatite e psoríase)

    Doenças inflamatórias intestinais

    Doença crônica (neuropática, oncológica, fibromialgia)

    Epilepsia

    Enxaqueca

    Endometriose

    Esclerose múltipla

    Fobia social

    Hepatite autoimune

    HIV (dor)

    Obesidade

    Oncologia / náusea e vômito induzidos por quimioterapia

    Parkinson

    Transtornos de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)

    Transtornos de humor

    Síndrome de tourette

Além dessa lista, há muitas outras doenças tratadas com canabidiol.

Dr. Luiz Paulo Neto Sarmento – Médico prescritor da Cannabis Medicinal.
Acupunturiatra CRMSP74095 / Especialista RQE21166

Dr. Luiz Paulo trata quadros de DOR, Fibromialgia, Distúrbios do Humor e Disfunções dos Órgãos Internos.

Solicite uma consulta com médico prescritor da Cannabis Medicinal

Acompanhar no instagram

Acompanhar no instagram
Dr. Luiz Paulo

Pare de fumar AGORA!